Apetite da nova rede de sobremesas
09/09/2014 | DCI - Diário Comércio Indústrias e Serviços


São Paulo - Especializada em tortas, picolés e milk shakes, a marca Sr. Sorvete chegou para disputar espaço no mercado de produtos gelados. Com duas unidades no interior de São Paulo (Cravinhos e Catanduva), a companhia prevê abrir mais 34 lojas até 2015.

Criada pelo expert no setor, Leandro Sambini, que há 17 anos atuava apenas com a marca Recanto Sorveteria, a Sr. Sorvete chega em um momento de otimismo por parte do empresário. Ele aponta ter registrado incremento de 15% no primeiro semestre e ressalta que 2014 foi o melhor ano para as vendas, na última década. "Mensalmente, as duas lojas da Sr. Sorvete chegam a vender até R$ 70 mil em produtos", disse ele. Que aponta a falta de chuva e o clima árido como alguns dos fatores que têm impulsionado o crescimento do mercado.

Com investidores em potencial no estado do Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a Sr. Sorvete já negocia suas primeiras unidades na capital paulista, como informou o executivo. "Nossa expectativa é abrir pelo menos duas lojas por mês, todas na rua".

Voltada para as classes B e C, a Sr. Sorvete acredita no hábito de consumo do brasileiro, principalmente na região Sudeste, onde as vendas "aumentaram muito" nos últimos anos. Com uma fábrica própria, a unidade pode abastecer até 25 lojas da rede, quando todas estiverem em funcionamento. Hoje, a Sr. Sorvete conta com 400 sabores no cardápio e o tíquete médio fica em R$ 12 por pessoa. Uma franquia da marca demanda de R$ 120 mil a R$ 140 mil. O giro médio mensal é R$ 20 mil.

Consumo sazonal
Leandro Sambini contou a estratégia adotada na rede Recanto Sorveteria, com seis lojas. Ele reduziu a queda nas vendas durante o inverno, ao inserir petit gateau, brownie e cafés no cardápio. "Antes, a queda nas vendas chegava a 55% no período. Agora é 35%".
2014 © SR. SORVETE